29 de jun de 2016

MINHA VIDA EM COR DE ROSA - EXPOLUX 2016 / SÃO PAULO/SP



Meu mundo em cor de rosa, foi o tema que ( Eu e Fábio Melo ) escolhemos para a "Sala de Almoço" da EXPOLUX 2016.


A escolha do Rosa se deu pelo fato de desejarmos quebrar paradigmas que homens no Designer de Interiores e Arquitetura tem medo desta cor.


Em muitos momentos queremos nos refugiar em um mágico mundo Cor de Rosa, onde misturamos realidade e fantasia, onde tudo é colorido pelos tons de rosa, que nos remete ao amor materno.



Usar a cor com várias nuances e permitindo toques de outros tons deu a Sala de Almoço, todo o acalanto e aconchego que se espera de uma casa, onde os nossos dias são sempre corridos.



Cada detalhe do projeto foi pensando por nós para encantar e despertar desejo onde o tapete, o papel de parede a iluminação os ventiladores os móveis amadeirados, a fotografia manipulada para ter tons de rosa no céu, tudo foi feito para encantar, os bancos de ovelha feitos para resgatar a infância e o tempo que sonhar era permitido no mundo tão corrido.





Espaço Designer - EXPOLUX 2016
28 de junho a 02 de julho de 2016
Expo Center Norte / São Paulo
www.expolux.com.br


18 de mai de 2016

CASA COR SÃO PAULO 2016 - SALETA DO HOBBY

Em um ambiente reduzido (10m²), o menor da mostra, os designers de interiores Julio Cesar Dantés e Marcelo Cohen mostram que é possível esbanjar elegância, abusando de cores escuras em pequenos ambientes. Além disso, com criatividade, a Saleta do Hobby apresenta o melhor nível de aproveitamento de espaço do evento.


 O hobby, no caso, é a fotografia, ponto de partida para a decoração da saleta. Tudo foi criado a partir das duas imagens p&b, que enobrecem o espaço.  A impactante “A Trança", de Robério Braga, ilumina e transborda a estante assinada pela Fábrica D´Marco, que também serve de moldura para outros objetos garimpados por Cohen e Dantés. “Os Olhos da Medusa“, de Rogerio Neves, motiva o uso do papel de parede da Bucalo, com textura que lembra infiltrações. No demais, prevalece o papel com alusão ao cimento queimado. O chão também recebe piso vinílico com o mesmo tema da JSA Madeiras. 



 Uma seleção de fotografias preenche a parede diante da estante, com temas e cores diversas. São verdadeiras obras de arte, assinadas por nomes como Juan Guerra, Marcelo Magnani e Dani Chammah, entre outros.




 O amarelo dá o arremate e é puro contraste, pontuado apenas em nicho da estante e no tapete Blue Night, da By Kamy, desenhado pelos arquitetos exclusivamente para a mostra. Destaque também para o azul, que aparece na poltrona assinada pelo Estúdio Nada se Leva, da Líder Interiores.
 Para cumprir a função de ampliar o espaço, um espelho pouco tímido não poderia deixar de estar presente. Refletido nele, a imponência de um autêntico Baccarat. Outras peças da marca estão dispostas na estante, criando pontos de iluminação.




 Complementando o espaço, móveis da Breton e Bretntwood, iluminação cênica da Puntoluce, os ventiladores da Gerbar, com a assinatura de Ruy Othake e arranjos florais da Santa Flor.






Fotografias por Marcelo Magnani.


13 de mai de 2016

UMA CASA DE VERANEIO EM PIQUETE, SÃO PAULO!

Uma casa pensada num resgate da infância, mescla contemporaneidade com memórias afetivas. Nota-se neste projeto que existe estilo dentro e fora de casa, e o mesmo flui naturalmente. 



A cor amarela é pincelada estrategicamente no lavabo, na cozinha e na escada que dá acesso ao terraço, dando a ele luminosidade e charme, além de agregar humor de forma inusitada.





O home theater, que hoje um espaço é um espaço de comunhão familiar, foi anteriormente um porão sombrio, palco de alguns castigos durante a infância da proprietária.




A piscina tem um conceito ultra moderno de integrar os espaços entre a casa e a cozinha gourmet, feita com toda a brasilidade inerente ao gosto da moradora. 







Fotografias por Rogério Neves. 



DE TRÁS DOS MONTES - UM ESTÚDIO LUSITANO

Lisboa é a protagonista das regiões portuguesas quando se fala em realeza. Sua plenitude esta repleta de belíssimos castelos bucólicos, em especial o Castelo de São Jorge, situado em Chiado, na cidade.


Com uma vista previlegiada, esse estúdio de 54m² ganhou uma nova cara após ter sido repaginado pelo designer Júlio Dantès. Com predominância em tons de azul, a pedidos do proprietário, mesclados com a cor batom, o ambiente torna-se claro e acolhedor. 




O projeto visa o conforto e praticidade da vida cotidiana, além de abrir e valorizar a circulação.